5 de julho de 2015

Vereadores analisarão veto parcial do prefeito a reajuste dos servidores

Os vereadores de Senhor do Bonfim analisarão nesta terça-feira (07) e veto parcial do prefeito Edivaldo Correia ao Projeto de Lei do Executivo nº 015/2015, que altera o reajuste dos servidores municipais. O assunto é polêmico. Pela proposta encaminhada pelo governo municipal, os servidores de áreas como Administração e Infraestrutura receberiam reajuste de 5% e os professores 2%. Já os comissionados, com cargo de confiança, não teriam reajuste. A oposição, no entanto, apresentou emenda para elevar o reajuste para 5% para todos os servidores, proposta esta que foi aprovada, com o apoio da vereadora governista Lúcia Cerqueira. A emenda, no entanto, foi vetada pelo Executivo.

O veto parcial do prefeito pode ser acatado ou não pela Câmara. O Departamento Jurídico da Prefeitura diz ter detectado irregularidades no texto alterado do Projeto de Lei 015/2015, e por isso enviou à Câmara a mensagem de veto parcial ao mesmo. O governo municipal informa que não está medindo esforços para que este impasse seja resolvido da forma mais breve possível, reiterando o "compromisso com o servidor municipal, inclusive tendo depositado o salário do mês de junho no primeiro dia útil do mês e cumprido sua parte do acordo feito com o Sismusb, aguardando agora a posição da Câmara após alteração do texto original".

O veto parcial não agrada, porém, os servidores, que prometem uma greve geral na Prefeitura a partir da próxima quarta-feira (08), aprovada em assembleia. O Sindicato dos servidores citou a insatisfação de toda categoria em face do não cumprimento de um acordo que teria sido firmado em 04 de Maio de 2015 acerca do reajuste salarial dos servidores.