9 de julho de 2015

Prefeito diz não ter caixa para pagar reajuste de 5% dos servidores

O prefeito Edivaldo Martins Correia afirmou, durante entrevistas à imprensa, que o Município não tem condições de conceder um reajuste de 5% a todos aos servidores municipais de Senhor do Bonfim, aprovado na Câmara. Segundo ele, a Prefeitura não possui condições de absorver um impacto correspondente ao valor de R$ 182 mil, que seria incluído na folha mensal após o aumento aprovado na Câmara, sem a diminuição de serviços públicos essenciais, como na área de infraestrutura e pagamento de fornecedores.

Correia pediu a compreensão dos funcionários, que entraram em greve por tempo indeterminado, em função dos prejuízos que a paralisação deve proporcionar à população. Ele declarou que sempre manteve um diálogo aberto com todas as categorias. "Se houvesse condições financeiras, daria um aumento de salário ainda maior do que o solicitado", disse. Ele deixou claro que o compromisso assumido com os servidores através do SISMUSB, após discussão, já traria um déficit que poderia ser absorvido, diferentemente do percentual concedido pelo plenário da câmara através da emenda modificativa, sem quantificar o valor do impacto nas contas do município.

Correia afirmou que o Departamento Jurídico da Prefeitura está fazendo contato com os representantes do SISMUSB para resolver o impasse. O prefeito afirmou que a Secretaria de Finanças encontra-se de portas abertas para atender a qualquer pessoa que queira ter acesso a todos os gastos do município e solicitou que representantes da ADESB, da Vigilância Epidemiológica ou do SISMUSB compareçam à Secretaria e de posse das informações financeiras possam dar soluções que viabilizem a resolução do problema.