14 de janeiro de 2015

Rui discute com ministro sobre canal de transposição do São Francisco

O governador da Bahia, Rui Costa, teve encontro ontem (13) com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, em Brasília. Eles discutiram sobre a transposição do Eixo Sul do Rio São Francisco, obra batizada como Canal do Sertão, que prevê R$ 500 milhões em investimento inicial para o trecho saindo de Juazeiro em direção a Senhor do Bonfim.

"Com o Canal do Sertão, resolveremos a questão hídrica de todo o norte do estado", explicou Rui. O canal passará pelos territórios do Piemonte Norte do Itapicuru, Piemonte da Diamantina e Sisal, contemplando cerca de 30 municípios. No total, terá cerca de 350 quilômetros e vai interligar o “Velho Chico” com as bacias dos rios Itapicuru e Jacuípe, além de contemplar os rios Salitre, Tourão/Poções, Tatauí e Vaza-Barris, levando água para abastecimento humano e irrigação em diversos municípios. A estimativa é que sejam investidos cerca de R$4 bilhões. A obra é de responsabilidade da Codevasf, cujo presidente, Elmo Vaz, esteve em Senhor do Bonfim em 2013 apresentando o projeto.

Barragens - A ampliação da capacidade de armazenamento de água em barragens também fez parte da pauta entre o governador e o ministro. O governador quer repetir o uso da tecnologia 'fusegates' nas barragens de Ponto Novo e Pedras Altas. Atualmente a inovação já possibilita aumento de 27% no volume de água armazenada na Barragem do França. Esse resultado, segundo Rui, poderá ser replicado rapidamente porque “os estudos de viabilidade já estão prontos e se trata de uma intervenção célere”. São previstos para as duas obras R$ 14 milhões.