11 de dezembro de 2014

Brasileiro: governo buscará garantir emprego dos funcionários da Ebal

O deputado estadual Carlos Brasileiro (PT) afirmou que a alienação onerosa da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), proposta pelo governador eleito, Rui Costa, vai buscar garantir o emprego dos funcionários concursados. Ele esclareceu que o projeto não leva em conta o fechamento da empresa ou demissões, mas a venda de ativos do Estado.

Brasileiro lembrou que, após aprovada a proposta de alienação, será criada uma comissão, no próximo ano, para realizar um estudo sobre a melhor modelagem do processo de desestatização. “Atendendo a uma solicitação da bancada governista, o futuro governador Rui Costa acatou a inclusão de um servidor da Ebal, representante da categoria, nesta comissão”, informou.

O deputado enfatizou que o governo pretende sair integralmente ou parcialmente da Ebal, mas num modelo que não gere prejuízos aos servidores da empresa. A aprovação da alienação onerosa é apenas uma primeira etapa, segundo ele, de um modelo que ainda será definido pelo novo governo.

Educação – Brasileiro também destacou que a bancada governista conseguiu do governador eleito a aprovação da ampliação do número de Núcleos Regionais de Educação (NRE), de 20, como havia sido proposto, para 27, ou seja, um em cada Território de Identidade.