26 de novembro de 2014

Forrozeira Clemilda morre aos 78 anos

Ela já fez parte da tradição do São João de Senhor do Bonfim, onde se apresentou por muitos anos no auge da carreira. A cantora Clemilda Ferreira da Silva, de 78 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (26), em um hospital de Aracaju (SE). A artista, que tinha histórico de hipertensão e mal de Parkinson, lutava contra as complicações de um acidente vascular cerebral (AVC) sofrido em maio deste ano, e seu estado de saúde piorou ainda mais, em decorrência de uma pneumonia. 

Ela será velada nesta manhã, na Organização Social de Assistência à Família (Osaf), e o enterro está previsto para as 16h, no Cemitério São João Batista, na capital sergipana. Com 50 anos de carreira, a forrozeira Clemilda lançou 40 LPs e seis CDs, tendo recebido dois discos de ouro e dois de platina. Ela ficou conhecida nacionalmente com o sucesso “Prenda o Tadeu” e “Forró Cheiroso”, mais conhecido como “Talco no Salão”.