30 de outubro de 2013

Projeto de saneamento em Bonfim terá 148 quilômetros de rede coletora

O projeto de saneamento básico de toda a sede de Senhor do Bonfim, que foi incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2), terá 148 quilômetros de rede coletora e beneficiará 15,3 mil unidades domiciliares. A obra, requisitada pelo deputado Carlos Brasileiro ao governo estadual, terá investimento de R$ 65.695.437,00.

Brasileiro voltou a comemorar o anúncio pela presidenta Dilma Rousseff da inclusão entre os projetos que receberão recursos através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2). Ele também agradeceu ao governador Jaques Wagner e ao secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa, pelo empenho para que a obra fosse concretizada.

O projeto foi desenvolvido pela Embasa, que executará a obra. Ele inclui uma estação de tratamento e uma estação elevatória, além de um coletor tronco de 17,4 quilômetros e uma linha de recalque de 2,1 quilômetros. Segundo informações da Embasa, a operação das obras deve ser contratada até junho de 2014 e os serviços deverão ser concluídos em 30 meses.

Brasileiro vinha buscando há alguns anos a concretização da obra, e teve vários encontros com o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, e com o presidente da Embasa, Abelardo de Oliveira Filho, para acompanhar o processo de conclusão do projeto e inclusão no PAC2. Para ele, o esgotamento sanitário de toda a sede de Bonfim vai garantir não apenas melhorias para a infraestrutura do município, como também proporcionar mais saúde para toda a população.