23 de setembro de 2013

População de Bonfim está há oito meses sem a Farmácia Popular

A população de Senhor do Bonfim está há cerca de oito meses sem a unidade da Farmácia Popular do Brasil, que foi fechada em fevereiro deste ano. Ela funcionava na Rua Manoel Vitorino e teria sido fechada pela atual gestão em função de problemas de infraestrutura. Mas, até o momento, não foi reativada em novo endereço.

Em abril, o governo municipal comunicou que, entre 15 a 20 dias, a Farmácia Popular seria reaberta em um novo local que já foi alugado, e que já estava em fase final de liberação. O prédio foi realmente alugado, na Praça Nova do Congresso, e já existe até fachada, mas o atendimento não foi iniciado. A reportagem tentou contato com o secretário municipal de Saúde, Washington Luis Sobreira, para buscar informações sobre uma possível data para a reabertura. Mas, o mesmo não foi encontrado.

O programa é do Governo Federal, mas é implantado através de convênio com os governos municipais. Visa ampliar o acesso aos medicamentos para as doenças mais comuns entre os cidadãos. Com exceção dos medicamentos para diabetes, hipertensão e asma que são gratuitos, o programa oferece remédios com preços até 90% menores. O objetivo é atingir a parcela da população que não busca assistência no SUS, mas tem dificuldade para manter tratamento devido ao alto preço dos medicamentos. Para ter acesso, basta que o usuário apresente o CPF, um documento com foto e a receita médica válida (validade de 120 dias). Hoje, a população tem acesso ao medicamento gratuito ou mais barato apenas nas farmácias e drogarias conveniadas, através da rede “Aqui Tem Farmácia Popular”.