27 de setembro de 2013

Petrobras pode ter descoberto reserva gigantesca em sergipe

Uma avaliação inicial na costa de Sergipe mostra que uma área controlada pela Petrobras e um parceiro indiano possivelmente possui mais de um bilhão de barris de petróleo, disseram à agência de notícias "Reuters" fontes do governo e da indústria. A informação reforça esperanças de que a região se tornará, em breve, a maior nova fronteira petrolífera do país.

A Petrobras (PETR4) e a IBV Brasil, uma joint venture igualmente dividida entre as indianas Bharat Petroleum e a Videocon Industries, avaliaram que o bloco marítimo de exploração SEAL-11 contém grandes quantidades de gás natural e petróleo leve de alta qualidade, segundo cinco fontes do governo e da indústria com conhecimento direto sobre os resultados da perfuração.

O bloco SEAL-11 e suas áreas adjacentes, a 100 quilômetros da costa do Estado de Sergipe, podem conter mais de 3 bilhões de barris de petróleo "in situ", segundo duas das fontes. Se confirmada, a descoberta seria uma das maiores do ano no mundo. A Petrobras detém 60% do SEAL-11, enquanto a IBV possui 40%.