24 de setembro de 2013

Municípios baianos recebem primeiros profissionais do programa Mais Médicos

Os 57 primeiros profissionais do programa federal Mais Médicos, graduados no exterior e que atuarão na Bahia, foram encaminhados a  28 municípios onde vão trabalhar, além de Salvador. Eles partiram da sede da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo, na capital, após uma coletiva de imprensa concedida no auditório do órgão pelo secretário estadual da Saúde, Jorge Solla.

O secretário Jorge Solla afirmou que a Bahia é o estado que conseguiu maior número de registros provisórios já liberados para que os médicos estrangeiros comecem a trabalhar no Brasil. “Quase a totalidade das pendências está sendo regularizada e os demais registros serão concedidos o mais rápido possível”.

Solla avaliou que a recepção dos novos médicos foi calorosa. “Todos os gestores municipais, a população que utiliza o Sistema Único de Saúde [SUS], os profissionais dos postos, todos receberam muito bem os médicos de fora, que vieram contribuir para fortalecer a saúde nestes municípios onde parcela importante da população terá acesso à assistência médica”.

Os médicos passaram, segundo o secretário, por uma capacitação para conhecer o SUS e a realidade brasileira, as particularidades dos quadros de adoecimento e a condição de vida da população. “São profissionais que vão atuar em unidades de saúde já existentes, com equipe técnica, quadro de enfermeiros, odontólogos, e vão aprender e ensinar, ajudando muito a reduzir a mortalidade e melhorando a qualidade de vida da população”.