17 de setembro de 2013

Leilão do prédio anexo do hospital de Bonfim não teve interessados

O prédio anexo do hospital Dom Antônio Monteiro não foi arrematado no leilão realizado hoje (17) pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT5), no Novo Leste Hotel. Como não houve interessados, o TRT deve marcar um novo pregão. O lance inicial era de R$ 475 mil, mas o valor teve que ser reduzido duas vezes, inicialmente para R$ 300 mil e depois para R$ 285 mil. Mesmo assim, não houve comprador.


O prédio, de 250 metros quadrados de área construída, onde funciona a maternidade, foi penhorado pela Justiça do Trabalho e está avaliado em R$950 mil. Inclui recepção, sala de parto, farmácia, posto de enfermagem e de vacina, quatro enfermarias, três apartamentos, um berçário, uma sala de repouso para médicos e um consultório.

O leilão é resultado da gravidade da dívida trabalhista da unidade de saúde. A penhora refere-se aos processos trabalhistas contra o Instituto Bonfinense de Assistência e Promoção Social (IBAPS). A Câmara de Vereadores de Bonfim já articula a realização de uma sessão para discutir com a gestão municipal a situação do hospital.