17 de setembro de 2013

Bonfinenses passam a noite na fila para se inscrever no Minha Casa, Minha Vida


Uma multidão se aglomerou desde a noite de ontem (16) em frente ao Centro Cultural Ceciliano de Carvalho. Sentados em tijolos, cadeiras, colchonetes ou até mesmo no chão, eles passaram a madrugada em uma fila para não correrem o risco de perder a chance de pegar a senha de inscrição no programa Minha casa, Minha Vida, do Governo Federal. A inscrição, em Bonfim, é feita pela Secretaria de Assistência Social.
 
A secretaria de Assistência Social não teria disponibilizado senhas suficientes para todos os cidadãos que compareceram ao Centro Cultural, ontem, quando foi iniciada a inscrição. Foram distribuídas 500 senhas . Quem conseguiu a senha, será atendido hoje (17). Quem participou da fila desde ontem, busca ser contemplado com uma senha hoje.

Para Arlindo Barbosa, de 55 anos, o fato de ter que dormir no meio da rua é constrangedor. “Isso que você tá vendo aqui é uma humilhação. Eu trabalhei a vida toda pra ter meu pão de cada dia, criar meus filhos e cuidar de minha esposa. Nunca imaginei ter que passar por um constrangimento desses de dormir numa fila pra poder conseguir uma senha. E o pior de tudo que mesmo que eu pegue a senha não significa que eu vá ganhar a casa, apenas uma etapa do processo. Fomos informados que o pessoal da prefeitura não vai deixar a gente entrar. Vamos ter que ficar aqui do lado de fora do centro cultural", afirmou.

“Eu fico besta com tanta desorganização, hoje em dia tudo é feito através do computador. Será que não existe um sistema de cadastro disponível? Será que precisa ser desse jeito toda vez que tiver inscrição de qualquer programa social no município? Espero que essa vergonha que estamos passando aqui seja a ultima”, reclamou Fabiano Almeida, estudante, que acompanhava sua mãe, que também passou a noite na fila.