30 de setembro de 2013

Bahia é o estado do Nordeste com menor índice de analfabetismo

Os estados do Nordeste têm os piores índices de analfabetismo do Brasil. Mas, na região, a Bahia tem o menor índice. São 1,712 milhão de analfabetos em todo o estado, número ligeiramente menor que o de 2009: 1,744 milhão, ou 16,87% da população. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), 15,86% da população baiana é analfabeta.

Tanto na Bahia quanto no resto do Brasil, o percentual de analfabetos aumenta com a idade. A média nacional de analfabetismo estava em 8,7% em 2012, segundo o IBGE, percentual ligeiramente maior que o de 2011: 8,6%. “Os estados que têm os índices melhores em geral são os que têm uma população mais urbana e jovem. A Bahia ainda é muito rural: 3,728 milhões de baianos vivem na zona rural”, acrescenta Joilson.

O Brasil inteiro tem 7,1 milhões de analfabetos, e o Nordeste é o principal responsável pelo índice, pois 53,8% das pessoas que não sabem ler nem escrever moram nesta região. Por outro lado, quando consideradas apenas as pessoas maiores de 25 anos, o percentual de indivíduos sem instrução ou com menos de um ano de estudo caiu de 15,1% para 11,9% no Brasil, uma diminuição de 3,4 milhões de pessoas em um ano. Já o percentual de pessoas com nível superior completo passou de 11,4% em 2011 para 12% em 2012, um aumento de 6,5% (867 mil pessoas a mais), totalizando 14,2 milhões de pessoas. (CB)