9 de agosto de 2013

Vereador Jorginho diz que Bonfim parou no tempo

Vereadores oposição e situação trocaram acusações, na sessão de ontem (08) da Câmara Municipal. Ao fazer o uso da palavra, o vereador Dr. Jorginho disse que "Bonfim parou no tempo". Ele apresentou uma série de denuncias contra o atual governo municipal. Além disso, citou inúmeras obras e serviços que estão ou foram paralisados durante este ano. Abaixo, segue uma lista apresentada pelo vereador do PSD.



· Farmácia Popular - parada há 7 meses;

· UPA – obra parada há 7 meses;

· Creches do Alto da Maravilha e Missão do Sahy paradas há 7 meses;

· Centro Especializado de Odontologia – CEO parado há 7 meses;

· Lacen – Reforma parada desde maio;

· 5 ônibus escolares oriundos do governo federal estão parados e não estão sendo utilizados como determina o MEC. Para transportar os estudantes está locando ônibus sem licitação;

· 2 ônibus da Sec. de Saúde (TFD) estão abandonados em uma oficina em frente a entrada de Umburana há mais de 4 meses;

· Obra do posto médico do Brisas do Monte parado;

· Falta médico no PSF do distrito de Quicé e se completar (90 dias) sem médico o município perde a habilitação do programa na localidade;

· Falta de médicos nos postos de: Canavieira, Campo Cumprido, Tanquinho e Cazumba;

· Faltam nas unidades de saúde: luvas, seringas, gases, canudos para exames de fezes e navalha para retirada de pontos;

· Corte dos veículos que transportam doentes em: Tijuaçu, Carrapichel, Missão do Sahy, Quicé, Canavieira, Campo Cumprido, Cariacá, Passagem Velha, Cruzeiro, Cazumba, Lages, Várzea do Mulato, Mamoeiro e nos assentamentos de Jibóia I e II ;

· Afirmou que muitos funcionários estão passando fome devido ao atraso dos salários;

· Os médicos do município estão há dois meses sem receber salários;

· Transporte escolar - três meses sem receber;

· Afirmou que a folha de pagamento do município está comprometida em 57% enquanto o tolerável é de 53 %.