29 de agosto de 2013

Salvador é a capital com menor índice de fumantes no país

A parcela da população brasileira acima de 18 anos que fuma caiu 20% nos últimos seis anos, de acordo com dados do Vigitel 2012 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), do Ministério da Saúde. A pesquisa aponta que 12% da população brasileira fuma, enquanto que em 2006 o índice era de 15%. Já a capital do país com o menor índice é Salvador (BA), onde apenas 6% da população adulta diz ser fumante.

Apesar da queda, a frequência maior permanece entre os homens: o número passou de 19% (2006) para 15% (2012). Entre as mulheres o índice caiu de 12% (2006) para 9% (2012). Nesta quinta-feira (29), é comorado no país o Dia Nacional de Combate ao Fumo. A frequência de fumantes passivos nos domicílios passou de 12% para 10% em 2012, conforme a pesquisa. Também houve diminuição de fumantes passivos no local de trabalho. O índice passou de 12% para 10%.

Em relação ao número de adultos fumantes por cidade, o levantamento mostra que a capital com a maior concentração é Porto Alegre (RS) com 18%, que também detém a maior proporção de pessoas que fumam 20 cigarros ou mais por dia (7%).  
A pesquisa mostrou, também, que o hábito de fumar é maior entre pessoas com até oito anos de escolaridade (16%), quase o dobro da frequência observada entre as pessoas mais escolarizadas (12 anos ou mais), que é de 9%. O Vigitel monitorou 45,4 mil adultos residentes em domicílios com telefone fixo em todas as capitais do país.