15 de agosto de 2013

Polícia investiga ameaça de morte contra filho de Datena

Um dos filhos do apresentador José Luis Datena soube que tem um policial de São Paulo querendo matá-lo. Quem recebeu o alerta foi a polícia civil de Goiás, que avisou o filho do apresentador assim que soube que ele estaria em perigo. Datena não quis revelar o nome do filho, mas disse que a ameaça foi feita após a exibição de seu programa na Band, o "Brasil Urgente".


Quando soube da história, o secretário de segurança de São Paulo, Fernando Grella Vieira, entrou em contato com o secretário de segurança de Goiás. "Os dois secretários combinaram uma ação conjunta, e foi definido uma estratégia para monitorar essas ameaças", contou Marcio Aith, subsecretário de comunicação do Estado de São Paulo.

Durante o programa de Datena, o convidado foi o deputado major Olímpio Gomes (PDT-SP), que comentou a chacina da família de PMs em São Paulo, dizendo que eles podem ter sido executados por "policiais corruptos", e não acredita que o menino Marcelo, de 13 anos, seria responsável pelo crime. Durante o programa, o convidado relembrou que a mãe do menino denunciou um esquema de policiais corruptos. Disse também que conversou com outros policiais sobre o caso e eles disseram que parecia "treta de polícia".