30 de agosto de 2013

Jovens do movimento "Acorda Bonfim" protestam contra o Governo Correia

Denominado “Acorda Bonfim”, um movimento organizado por jovens bonfinenses pede rigor dos vereadores e das autoridades e órgãos de fiscalização quanto aos problemas apontados na gestão do prefeito Edivaldo Correia. Eles chegam a pedir o impeachment do gestor. Ontem (29), dezenas deles fizeram uma manifestação na Câmara Municipal. Cerca de 20 manifestantes invadiram o plenário, com gritos de ordem e munidos de cartazes e apitos. O presidente da casa, Laércio Muniz, teve que encerrar a sessão.


Os ânimos se exaltaram e os seguranças da Câmara tomaram a frente da tribuna, onde os vereadores da base do governo municipal se encontravam. Simpatizantes do atual prefeito "bateram boca" com os manifestantes e houve empurra-empurra. Em um caso mais crítico, o presidente Laércio Muniz teve que intervir pessoalmente e afastar um dos exaltados. Outro fato lamentável foi do servidor do Município conhecido como Bira, que administra os cemitérios bonfinense. Ele tentou atrapalhar o trabalho da imprensa. O cinegrafista Tiago Duarte e o repórter Day Bonfim, da TV Bonfim, que entrevistavam o vereador Biro-Biro, foram surpreendidos com a tentativa de Bira de arrancar o microfone da mão do repórter. O Vereador Helson de Carvalho, líder do Governo Municipal na Câmara, foi xingado pelos manifestantes e respondeu a provocação mandando beijos. 

Entre as principais reclamações contra a atual gestão estavam salários em atraso e falta de estrutura da saúde e na educação municipal. Segundo Camila Souza, líder do movimento Acorda Bonfim, as manifestações vão continuar, só que agora de forma mais organizada. “Os jovens organizaram o movimento. Nós estamos buscando uma gestão melhor, com educação, saúde e emprego que não temos. Eles sempre mentiram pra gente, mas a gente cansou de mentiras e queremos crescer e finalmente ver a educação e a saúde dessa cidade melhor e  do jeito que merecemos. Se o prefeito Dr. Correia não pode com a política, entregue o cargo ao vice", declarou.

Segundo informou Camila ao Bonfim Agora, na próxima terça-feira, dia 3, o movimento fará uma nova caminhada. “Vamos mostrar a eles que se a gente colocou, a gente também pode tirar. Quem manda é o povo”, afirmou Camila Souza. O anuncio da manifestação vem sendo amplamente difundido nas redes sociais.