5 de agosto de 2013

Ford também vira marca de eletrodomésticos no Brasil

A Ford é dona de uma marca centenária cujo valor de mercado supera os US$ 7 bilhões, segundo a consultoria Millward Brown. O emblema azul com inscrições prateadas, com o nome da família fundadora e até hoje controladora da companhia, é internacionalmente conhecido e pode ser encontrado nas estradas e ruas espalhadas pelos quatro cantos do mundo. No que depender dos planos da montadora americana, criada por Henry Ford em 1903, esse símbolo da indústria automobilística passará a frequentar outros cômodos das casas de seus consumidores, em especial a cozinha.


A empresa está licenciando sua marca para a carioca NKS, fabricante de eletrodomésticos, que vai produzir fogões, geladeiras, liquidificadores, ferros de passar, entre outros produtos, que estamparão a marca Ford. Até dezembro, a brasileira pretende colocar à venda no mercado cerca de um milhão de eletrodomésticos com a marca. “Tudo está sendo feito junto com a Ford, desde a identidade até a qualidade dos produtos”, afirma Felipe Nabuco, presidente da NKS. Além do Brasil, a empresa será responsável pela venda dos produtos em 30 países, entre eles Alemanha e Estados Unidos. “Teremos de cuidar de toda a estrutura necessária, desde o fornecedor até o pós-venda.” 

Parte dos produtos, como liquidificadores e batedeiras, sairá das fábricas da NKS, em Queimados (RJ) e Salvador (BA). Os demais serão importados da China, dos Estados Unidos e da Alemanha. A NKS já trabalha com produtos licenciados. Hoje, são cerca de mil com o nome da fabricante de veículos, que concorrem com marcas consagradas como Bosch, Makita e Tramontina. (Istoé Dinheiro)