14 de agosto de 2013

Crianças cardiopatas e acompanhantes ganham casa de apoio em Salvador

Familiares de crianças cardiopatas atendidas no Hospital Ana Neri, que saem de cidades do interior para acompanhar o tratamento e não têm onde ficar em Salvador, passam a ter o apoio da Associação Baiana de Assistência à Criança Cardiopata (ABACC). O governador Jaques Wagner inaugurou ontem (13) a casa de apoio da instituição, que fica no Largo da Soledade, próximo ao hospital.
Cerca de 50% dos pacientes atendidos no Ana Neri moram no interior. São pessoas que, ao buscar tratamento em Salvador, precisam de apoio para ficar na cidade. “Esta associação reduz as dificuldades destes familiares, que, além de sofrer com a doença das crianças, ficam sem saber para onde ir. Esta casa vai dar o apoio necessário a eles, além de garantir a continuidade do tratamento das crianças”, afirmou o governador. 

Na associação, os pais ou responsáveis podem permanecer até o término do tratamento das crianças. Na casa de apoio, eles têm à disposição quartos, banheiros e lavanderia. Além disso, vão ter alimentação preparada por nutricionistas e contar com atendimento médico e assistência social e psicológica. Mensalmente, 32 famílias vão receber apoio da instituição, que já começa os atendimentos na próxima semana. De acordo com presidente da ABACC, Rubem Miranda, muitas mães já solicitaram o cancelamento do tratamento dos filhos por não suportarem a rotina e as dificuldades financeiras.

Cirurgias
Nos últimos sete anos, o Ana Neri realizou mil cirurgias cardíacas pediátricas. O secretário da Saúde, Jorge Solla, informou que o hospital integra a rede da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) e é referência em cardiologia pediátrica e de adultos. A unidade também presta atendimento de alta complexidade em cardiologia e cirurgia cardiovascular pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A assistência especializada e integral é oferecida aos pacientes na faixa etária de zero a 15 anos.