16 de agosto de 2013

Brasileiro confirma pavimentação da estrada para Carnaíba, em Pindobaçu

O edital para a obra de pavimentação asfáltica da estrada que liga a BA-131 ao distrito de Carnaíba, no município de Pindobaçu, deverá ser publicado até o próximo dia 06 de setembro. O secretário de Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, comunicou a liberação dos recursos ao deputado Carlos Brasileiro (PT), que apresentou indicação para execução dos serviços. 


Trata-se de uma importante vitória do mandato do deputado Carlos Brasileiro e que vai beneficiar Pindobaçu e toda a região do Piemonte Norte do Itapicuru. A reivindicação teve início ainda durante a gestão do ex-prefeito Hélio Palmeira e dado prosseguimento pelo atual prefeito Marlos André (PT), que continuou apresentando a demanda junto ao Governo. Brasileiro destacou ainda que a liberação dos recursos teve anuência do secretário estadual da Casa Civil, Rui Costa.


A liberação dos recursos será feita pela Secretaria estadual de Indústria, Comércio e Mineração (SICM) por se tratar de uma região com atividade mineral. Eles serão direcionados ao Derba – órgão da secretaria estadual de Infraestrutura (Seinfra) -, que será responsável pela execução. Serão 18 km de pavimentação, contemplando as comunidades de Itapicuru, Marota e Carnaíba de Baixo, chegando até a Serra da Carnaíba. Na estrada, já haviam sido realizados serviços de cascalhamento, também reivindicados pelo deputado.

Fluxo - Brasileiro falou da importância da execução dos serviços para a melhoria do fluxo na estrada, visando facilitar não apenas o escoamento da produção mineral e agrícola, mas também garantir a fluidez do tráfego dos veículos e promover o acesso da população aos serviços mais complexos, sobretudo na área da saúde. De acordo com o parlamentar, a região do distrito de Carnaíba continua sendo um importante polo de mineração do estado, onde vivem mais de 10 mil habitantes. Na opinião de Brasileiro, trata-se de uma das principais regiões do país para a produção de esmeraldas, cujo garimpo existe há cerca de 50 anos e contribui de forma direta para a economia de toda a região do Piemonte Norte do Itapicuru.

Desde a descoberta do garimpo, em 1963, houve um grande adensamento populacional na região, cujos habitantes se espalharam nas circunvizinhanças, formando os outros núcleos de produção da gema. A produção anual da gema na região chegou a ultrapassar 31 toneladas, movimentando o montante de 5 milhões de dólares anuais, garantindo à Bahia o status de maior produtor de esmeraldas no país.

Hoje, as atividades do garimpo continuam proporcionando grande movimentação na estrada de 18 quilômetros que liga os povoados do distrito e a BA-131, diante da demanda de produtos e serviços para a população que vive naquela área. "O Governo da Bahia, portanto, vai garantir um transporte mais digno para todos que utilizam a estrada, cidadãos, inclusive, de outros estados e de diversas partes do mundo", ressaltou o deputado.