1 de julho de 2013

Secretário quer elevar número de táxi e criar Porto Seco em Bonfim

O secretário de Administração de Bonfim, Marcos Conceição, propõe mudança na lei municipal de regime de táxi. Hoje, a legislação municipal estabelece o índice de um táxi para cada 500 habitantes. O secretário, que concedeu entrevista ao programa Canal Aberto, da Rádio Caraíba, quer alterar para 400 habitantes, elevando o número de prestadores de serviço, que hoje é de 163.

“Nós recadastramos todos os táxis da cidade. Mas, há muitos em atividade que não estão legalizados. Então, se estas pessoas já exercem a atividade há tempos, porque não legalizar esses profissionais?", indagou. Com a legalização, os carros obrigatoriamente deverão estar padronizados, os motoristas deverão ter o curso de condutor e, no caso do mototaxista, todos deverão usar o colete de identificação e as motos deverão estar plotadas. Essas regras são estabelecidas pelo Contran e os veículos que descumprirem essas regras serão retidos”, falou Marcos Conceição.

Porto Seco - Outro ponto citado pelo secretário foi à possibilidade da criação de um Porto Seco em Bonfim, viabilizando a retirada de carretas e caminhões do centro da cidade, facilitando a carga e descarga em um local apropriado. "A retirada desses veículos do centro da cidade resolveria um grande problema de locomoção dos demais veículos, uma vez que muitos desses caminhões estacionam em locais impróprios, dificultando o trafego dos outros veículos", citou. 

Segundo Marcos Conceição, um projeto arquitetônico já foi produzido. "Já recebi a visita de uma empresa, e o projeto já foi apresentado. Esta empresa faria a aquisição desta área e a construção deste porto seco, com galpões pra carga e descarga", informou. Do porto seco para o centro da cidade, a logística seria feita por pequenos caminhões. Os locais para a possível construção seriam nas imediações da rotatória próxima da Coelba ou nas imediações da BR 407, próximo ao Posto Pinheiro.