23 de julho de 2013

Papa Francisco exalta a importância dos jovens para a religião e o mundo

 Em sua primeira fala no Brasil, falando português com leve sotaque, o papa Francisco exaltou a importância dos jovens para a religião e o mundo. No papamóvel, Francisco ficou de pé o tempo todo e sorriu quase todo o tempo. Acostumados com o estilo do papa, os seguranças que o acompanham atendiam quando ele queria que o carro reduzisse a velocidade para que pudesse chegar mais perto das pessoas.


O pontífice disse que "Cristo “bota fé” nos jovens e confia-lhes o futuro de sua própria causa: “Ide, fazei discípulos'". "Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!", acrescentou o papa. Ele disse que durante sua semana no Brasil pretende passar à "inteira nação brasileira" seu afeto. O pontífice está no país para participar da Jornada Mundial da Juventude.

O discurso foi no Palácio da Guanabara, sede do governo do Rio de Janeiro. O papa disse que sua missão é levar a palavra de Jesus aos jovens ao redor do mundo. "Venho em seu Nome para alimentar a chama de amor fraterno que arde em cada coração; e desejo que chegue a todos e a cada um a minha saudação: 'A paz de Cristo esteja com vocês!", disse. Estavam presentes a presidente Dilma Rousseff, o governador do Rio, Sérgio Cabral, e outras autoridades do país e da Igreja Católica.

O papa ainda comemorou o fato de sua primeira viagem internacional ser justamente para a América Latina - ele é argentino. "Quis Deus na sua amorosa providência que a primeira viagem internacional do meu pontificado me consentisse voltar à amada América Latina, precisamente ao Brasil, nação que se gloria de seus sólidos laços com a Sé Apostólica e dos profundos sentimentos de fé e amizade que sempre a uniram de modo singular ao Sucesso de Pedro", afirmou.