2 de julho de 2013

Dilma enviar hoje mensagem ao Congresso para realização do plebiscito

A presidente Dilma Rousseff envia hoje (02) minuta com as "balizas" que nortearão a convocação de um plebiscito para a reforma política pelo Congresso Nacional. Segundo ela, não serão enviadas sugestões de perguntas, mas "linhas gerais" para a elaboração da consulta popular.

"Uma consulta sobre reforma política ela não pode ser exaustiva no sentido de que tenha muitas questões", disse. "Nós não vamos dar sugestão de pergunta porque não somos nós que vamos fazer as perguntas", completou. "Está claro na constituição: quem convoca, quem tem poder convocatório é o Congresso Nacional, Câmara e Senado, por isso eu insisti na palavra: é uma sugestão."

Dilma fez uma defesa de sua política econômica. Disse que o governo está reagindo de "forma extremamente prudente". "Porque nós temos uma situação que permite isso, com a quantidade de reserva que nós temos, com a posição firme do Banco Central no sentido de que não é ser contra o que o mercado quer, reduzindo a volatilidade apenas", disse.