26 de julho de 2013

ACM Neto anuncia bilhete único, mas não reduz tarifa de ônibus

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), assinou decreto que marca o início do programa de bilhete único na cidade. Segundo o documento, a partir de domingo, os passageiros do sistema que precisam transitar entre regiões distintas do sistema de transporte (são quatro, no município) passa a ter a segunda passagem gratuita, no prazo de duas horas. Mas, o prefeito da capital não reduziu a passagem de ônibus, que hoje está mais cara do que diversas capitais, como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Recife, Goiânia, Curitiba, Manaus, Aracaju, entre outras.Neto voltou a dizer que a redução do valor das passagens não é possível. "É uma questão que não está em discussão (na Prefeitura) neste momento", afirma. "Para que possa ser realizada, seria fundamental que o governo federal cedesse novos alívios fiscais. Já não tivemos reajuste nas tarifas este ano."

O prefeito também afirmou estar "à disposição" para receber integrantes do MPL para uma reunião, mas fez condições. "Não aceito conversar com pessoas que estão, na verdade, vestindo camisa de partido político e querendo criar confusão em Salvador, querendo desestabilizar a cidade e não dialogar", disse.