9 de abril de 2013

Operação investiga superfaturamento de shows por produtoras na Bahia

Foto: Genildo Lawinscky / TV Bahia
Mais de 150 promotores e 1.300 policiais realizam nesta terça-feira (9) operações de combate à corrupção em pelo menos 12 estados brasileiros. Na Bahia, quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos na capital baiana e um na cidade de Serrinha, localizada a cerca de 173 km de Salvador. Foram apreendidos computadores e cópias de contratos particulares públicos.

A Operação Nacional contra a Corrupção foi deflagrada pelo Ministério Público, em parceria com diversos órgãos, e deve cumprir mandados de prisão, de busca e apreensão, de bloqueio de bens e de afastamento das funções públicas em pelo menos 12 estados. O desvio de verbas públicas sob investigação ultrapassa R$ 1,1 bilhão.

De acordo com promotor de Justiça Ariomar Figueiredo, que coordena a operação na Bahia, a ação visa combater o desvio de verba pública e é um aporte a investigação que está sendo realizada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, que investiga supostas fraudes em licitações para contratações de bandas para eventos festivos. “Estamos investigando se algumas produtoras baiana superfaturavam os shows contratados por prefeituras do Rio Grande do Norte”, afirmou o procurador. (G1)