20 de março de 2013

Vereadores discutiram denúncia sobre perseguição em linhas de transporte

Os vereadores Ivan Barbosa, João Carlos Bernardes, Gilberto Pires, Otávio Xisto e Jorge Souza e Silva Filho assinaram requerimento pedindo cópias dos alvarás concedidos às empresas que fazem o transporte coletivo e escolar, referentes às linhas dos distritos de Quicé, Carrapichel, Igara, Missão do Sahy e Tijuaçu. A justificativa para a ação foram os comentários na mídia e na cidade que alguns proprietários das linhas atuais de ônibus estariam sofrendo perseguição política. O requerimento foi aprovado por unanimidade.O Vereador Gerivaldo Sampaio (PSC) disse na Câmara que a empresa Trans Sampaio, que hoje faz transporte para Quicé, foi fundada nos anos 70 por seus irmãos e que ele nunca teve vinculo com a empresa. Ele disse ainda que a empresa foi perseguida em gestões anteriores e que, no momento, o atual prefeito Doutor Correia estava pretendendo organizar o transporte coletivo no município.
O vereador Tavinho (PMN) disse que seu colega Gerivaldo Sampaio deveria defender a participação das duas empresas, uma vez que a população do distrito de Quicé tem se manifestado com abaixo assinado, defendendo a participação das duas empresas na linha. Ele afirmou ainda que esta licitação parecia ser "carta marcada" e que o edil deveria defender a vontade do povo, permitindo a participação de ambas as empresas. Já o vereador Rê disse que esperava organização urgente no transporte coletivo e que, em Quicé, os ônibus estavam saindo um atrás do outro e as pessoas estariam perdendo o transporte.