13 de março de 2013

Secretário municipal explica redução de salários de servidores em Bonfim

O secretário municipal de Administração, Marcos Conceição, esteve na Câmara de Vereadores de Senhor do Bonfim, na noite de ontem (12). Ele atendeu requerimento, apresentado pelo Vereador Biro-Biro (PV), para esclarecer a redução nos rendimentos dos servidores da Prefeitura, em especial nas áreas de educação e saúde, nesses primeiros meses de governo.
Marcos Conceição informou que não ocorreu redução de salários, pois a medida seria inconstitucional, mas que houve um corte nas gratificações, uma ação, segundo ele, considerada legal. O principal motivo seria a busca por redução de despesas, uma vez que o atual gestão herdou muitas dívidas.
Já as profissionais de enfermagem Patrícia Viana e Márcia, que se encontravam na platéia, rebateram dizendo que não recebiam gratificações e sim complemento de carga horária, e que o corte só ocorreu com as 14 profissionais de enfermagem. A partir daí, Marcos Conceição respondeu que o assunto estava sendo discutido com o setor de Recursos Humanos, buscando discutir a legalidade. "Se o corte ocorreu de forma irregular, todos receberão de volta o salário cortado de forma retroativa", disse. A servidora Tatiana Pina, gestante, questionou sobre a não reativação do convênio com o plano Unimed, pois a mesma era conveniada e teve que pagar as consultas com dinheiro do próprio bolso. O secretário informou que tinha consciência de que o débito pertencia ao Município e que ele mesmo foi pessoalmente a Petrolina negociar com a diretoria da Unimed, a fim da reativação do convênio.
O Vereador Chocolate questionou o porquê da economia com as vantagens dos servidores, e citou que o posto de saúde do Bairro São Jorge continua sem funcionamento e completamente desestruturado. (Com informações da Ascom/CMSB)