14 de março de 2013

Professores municipais protestam contra decisões da Prefeitura de Bonfim

Os professores da Rede Municipal de Ensino de Senhor do Bonfim não estão satisfeitos com as últimas decisões tomadas pela Prefeitura. Ontem, eles saíram às ruas em uma manifestação contra o fim do direito do enquadramento de 40 horas, o que, segundo os docentes, reduzirá os seus salários. Eles também reclamam da retirada de vantagens dos vencimentos e problemas nas escolas, além do atraso no ano letivo. 
Segundo o vice-presidente da Associação dos Docentes (ADESB), Janilson Torquatro, há mais de 12 anos os professores fazem 40 horas nas escolas, e a atual administração rebaixou pra 20 horas, reduzindo, consequentemente, os salários pela metade. “Agora imagina como fica a vida do professor municipal com uma atitude como essa?”, indagou. Ele explicou que o prefeito alega que não tem recursos para pagar e manter as vantagens aos professores. Recentemente, inclusive, a Prefeitura convocou mais de 80 docentes que haviam sido aprovados em concurso de 2009.
A mobilização foi programada para se encerrar na Secretaria Municipal de Educação, mas, ao chegarem, a unidade estava fechada. A secretária de Educação, Fabiana Neves, no entanto, recebeu os manifestantes e pediu que fosse formada uma comissão para se reunir com ela e o prefeito, para buscar resolver o impasse. No entanto, o prefeito não foi localizado naquele momento, segundo informou a própria Secretaria. 


Confira vídeo no Canal TV Bonfim Agora

Problemas apontados pelos professores:

· Não cumprimento da lei do enquadramento de 40 horas que entrou em vigor desde 1º de janeiro deste ano;
· A retirada de vantagens do salário dos professores;
· A não contratação de transporte para levar os alunos e os professores para a escola;
· A não existência de merenda nas escolas;
· Atraso do início das aulas;
· Casa dos Conselhos com água e luz cortada;