15 de março de 2013

Presidente da Codevasf apresentou Canal do São Francisco em Bonfim

O projeto de implantação do Canal Águas do Sertão Baiano, da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), foi apresentado pelo presidente da Codevasf, Elmo Vaz, na última sexta-feira (15), em Senhor do Bonfim. O encontro, idealizado pelo deputado estadual Carlos Brasileiro (PT), contou om as presenças de prefeitos, vereadores e representantes de entidades e associações locais dos Territórios do Jacuípe, Piemonte da Diamantina e Piemonte Norte do Itapicuru. Também estavam presentes os deputados Roberto Carlos e Adolfo Menezes.
Ainda em fase de formatação, o objetivo do Canal Águas do Sertão Baiano é levar água do rio São Francisco às bacias hidrográficas dos rios Itapicuru e Jacuípe para consumo da população de uma das regiões que mais sofrem com as estiagens na Bahia. O desenho inicial da Codevasf prevê a tomada d’água do reservatório de Sobradinho para ser conduzida, num percurso de aproximadamente 350 km, até a barragem de São José do Jacuípe. A obra também beneficiará a população das bacias hidrográficas dos rios Salitre, Tatauí, Tourão/Poções e Vaza-Barris.
CONFIRA MATÉRIA NA TV BONFIM AGORA
Segundo Elmo Vaz, o governo federal – por meio do Ministério da Integração Nacional e da Codevasf – estima investir até R$ 6 bilhões na obra, que já está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Na palestra, ele destacou sua preocupação com o destino do rio São Francisco, e afirmou que esse projeto vai ter um tratamento especial. Elmo Vaz solicitou o apoio dos deputados estaduais e prefeitos para a concretização desse projeto. "Hoje a Codevasf é uma instituição do Nordeste, e cabe aos senhores apoiarem esta companhia que muitas obras tem feito pelo nosso povo", lembrou.
O deputado Carlos Brasileiro destacou a importância do projeto para todo o semiárido baiano “Esta obra do Governo Federal vai garantir, num futuro próximo, a segurança hídrica de toda a região”, citou. Ele lembrou que este é um sonho que surgiu em 1994 e que começa a se tornar realidade. “Trata-se de um projeto grandioso, que vai garantir água para o consumo e para o desenvolvimento da região”, afirmou.

Os estudos de viabilidade do projeto do Canal Águas do Sertão Baiano contam com R$ 12 milhões já assegurados no âmbito do PAC. A expectativa é de que o edital para contratação desses serviços seja publicado no Diário Oficial da União no início do próximo mês. O começo da obra está previsto para 2014.