19 de março de 2013

Aprovação da presidenta Dilma chega a 79% e bate novo recorde

A aprovação da população à presidenta Dilma Rousseff se manteve alta e registrou, neste mês, seu índice mais alto desde a posse, conforme pesquisa do Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), divulgada hoje (19). O índice dos que aprovam a forma de governar da presidenta já chega a 79%. Na última pesquisa, de dezembro, foi de 78%.  Aqueles que consideram o governo "ótimo" ou "bom" passou de 62% para 63%. 
A aprovação do governo Dilma na primeira pesquisa do terceiro ano do primeiro mandato supera as aprovações obtidas por Lula e Fernando Henrique em iguais períodos. De acordo com a pesquisa, 29% dos entrevistados consideraram o governo regular e apenas 7% desaprovam o governo, avaliando como ruim e péssimo. O índice de confiança na presidente também manteve a tendência de crescimento e subiu de 73% em dezembro de 2012 para 75% em março de 2013.
A pesquisa capta o período em que começou a valer a redução de até 20% nas contas de luz de consumidores residenciais. Usada como forma de frear o crescimento da inflação, outra medida popular do governo, e mais recente, foi a desoneração da cesta básica. As duas medidas foram anunciadas pela própria presidente em pronunciamentos em cadeia nacional de rádio e televisão. A oposição acusou a presidente de fazer uso eleitoreiro desses pronunciamentos.
O emprego e a renda apresentaram resultados robustos, conforme o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O nível de desemprego chegou a 5,5%, o mais baixo da história. Em relação à renda, a alta de 4,1% no ano passado representou o crescimento mais acentuado desde 2004, segundo o IBGE.